Escudos

  1. 1913 - Primeiro Registrado na Liga Piracicaba

  2. 1917 - Utilizado nos Uniformes do XV

  3. 1931 - aparece no Campeonato de 1931, no Título do Interior

  4. 1950 - Escudo Registrado na F.P.F.

  5. 1930-1960 - Escudo mais Utilizado na História do clube, com registro nas décadas de 30 a 60. É o Escudo utilizado no ano de 2015.

  6. 1977 - Escudo Utilizado no ano de 77 na competição nacional.

  7. 1950 - aparece como grande novidade em 1950.

  8. 2000 - Criado nos anos 2000 em comemoração a 90 anos do clube

Escudos e selo

logo escudoO escudo representa a identidade de time, a imagem a ser passada. O primeiro brasão quinzista apareceu na camisa da equipe em 1919. Desde então, mudou oito vezes, assumindo versões mais simples, apenas com as letras X e V, e até alusivos a Guarda Nacional –  o primeiro presidente do clube, Carlos Wingeter, foi capitão.

Exatamente um ano antes de ser comemorado o centenário do Nhô Quim, foi elaborado por Rodrigo Ferezini, membro do marketing do XV, um modelo especial alusivo à data. A intenção foi trazer elementos ligados à história e tradição do time e da cidade de Piracicaba.

As cores padrão adotadas, como não poderia deixar de ser, são o preto e o branco agregados à cor ouro por conta de outro ícone da cidade, o rio Piracicaba e seu peixe mais conhecido, o Dourado. A coroa remete a um dos momentos mais importantes desses cem anos: a Taça dos Invictos, conquistada pela equipe alvinegra em 1967, quando o Nhô Quim garantiu o acesso ao Campeonato Paulista da Série A1

Há ainda na coroa do distintivo as letras X e V, além das bolas de basquete e de futebol, esportes que fizeram o XV se tornar conhecido no país e que ganharam destaque no hino do clube. O número “100”, entre a coroa e o círculo, fortalece o aniversário do time. Já o escudo da década de 1940, período rico em feitos expressivos, foi o escolhido para composição do distintivo atual. Aparece ainda, na parte de baixo, o nome da cidade para lembrar a sua origem. O brasão também será utilizado em 2014.

Outro símbolo incluído nesta categoria é o Selo do Centenário, elaborado pelo Curso de Design Gráfico da Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba), graças a uma parceria entre o clube e a universidade, com vistas à produção também do livro comemorativo do centenário. Desenvolvido sob a orientação do publicitário e ilustrador Camilo Floriano Riani Costa, o selo traz o XV tradicional do clube, as duas estrelas características de suas conquistas maiores, e o número 100 numa tipologia moderna e indicando movimento, para representar um vínculo entre passado e futuro. O selo foi aplicado à camisa oficial do time no ano do centenário, no canto inferior direito.